Convocatória para o Festival

 

Festival da Juventude pela Paz RECIFE!

Ainda dá tempo para se inscrever e apresentar sua arte pela Paz!

Envie seus materiais para o e-mail: musica.arte@juventudepelapaz.org

PAZ!

 

 

 

 

 

 

 


Anúncios

O Som conduzindo ao Belo

” Já está sendo aplicado o tratamento por meio da música, mas os efeitos nem sempre se sentem. A razão é que não é habitual desenvolver a percepção musical. Desde a infância, dever-se-ia criar o hábito de assimilar a beleza do som. As faculdades musicais precisam ser educadas. É verdade que em cada homem foi implantada uma inclinação para o som, mas, sem cultivo, ela permanece adormecida. O homem deve ouvir belas músicas e canções. Algumas vezes uma só harmonia de sons despertará para sempre o sentido do belo. Mas, grande é a ignorância quando as melhores panaceias são esquecidas na família. Especialmente quando o mundo estremece de ódio, é indispensável abrir depressa os ouvidos da geração jovem. Sem compreender o significado da música, é impossível entender o som da natureza; e, naturalmente, é impossível pensar na música das esferas – somente o ruído será acessível ao espírito do ignorante. A canção da cachoeira, ou rio, ou oceano, será apenas um rugido; o vento não trará melodia e não ressoará nas árvores como um hino solene. As melhores harmonias desapareceram para o ouvido não aberto. Pode o povo alcançar sua ascensão sem o canto? Pode a Fraternidade sustentar-se sem o canto?”

Livro Fraternidade (1937) da série Agni Yoga – Helena Roerich

 

Um exemplo de boa música que conduz ao Belo na composição “Que Planeta” de Laura e Enoc ao vivo no Festival da Juventude pela Paz no Rio de Janeiro.

Confira no link: