Alimentação pela Paz

Uma proposta de amor e respeito aos Reinos da Natureza

 

Em todas as edições do Festival da Juventude pela Paz oferecemos alimentação vegana gratuita, livre de sofrimento animal e com o máximo possível de ingredientes orgânicos. Acreditamos que a alimentação seja uma forma de comungar com os Reinos da Natureza, de demonstrar respeito, amor e fortalecer a cultura de Paz.

No site da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) podemos observar na sessão Meio Ambiente que a criação de animais para o consumo gera intensos impactos à natureza, e que uma das formas mais eficazes de mudar os nossos hábitos a favor de um meio ambiente mais saudável e equilibrado é adotando uma alimentação vegetariana.

O Festival oportuniza aos participantes experimentarem uma alimentação livre de ingredientes de origem animal, repleta de amor e harmonia. A alimentação vai muito além da necessidade nutricional, ela também é um modo de expressar o que sentimos e o que acreditamos.

David Wolfe em seu livro The Sunfood Diet Success System revela que o que ingerimos afeta profunda e radicalmente a maneira como pensamos, sentimos e nos comportamos. Nós somos o que comemos, e comemos de acordo com o que somos.

Uma alimentação consciente com alimentos naturais, saudáveis, livres de sofrimento animal, de agrotóxicos, de transgênicos e de aditivos alimentares, favorece o nosso equilíbrio e amplia a nossa conexão e gratidão para com os Reinos “Irmãos”: os seres da Natureza.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José de Alencar Gomes da Silva (INCA) e a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO), o Brasil é o maior mercado de agrotóxicos do planeta, ultrapassando a marca de 1 milhão de toneladas por ano, o que corresponde ao consumo médio de 5,2 kg de veneno agrícola por pessoa.

O INCA destaca que a liberação do uso de sementes transgênicas no Brasil foi uma das responsáveis por colocar o país no primeiro lugar do ranking de consumo de agrotóxicos, uma vez que o cultivo dessas sementes geneticamente modificadas exige o uso de grandes quantidades de agrotóxicos.

Segundo o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), a intensa utilização de agrotóxicos é um dos principais obstáculos à realização do Direito Humano à Alimentação Adequada e Saudável, que é um direito respaldado na Constituição Federal e em diversos acordos internacionais dos quais o Brasil faz parte.

Com o objetivo de motivar as práticas sustentáveis, o respeito e o cuidado com os Reinos da Natureza, os Festivais da Juventude pela Paz distribuem de forma gratuita sementes puras, ou seja, sementes crioulas que não foram modificadas geneticamente. Essa oferta busca despertar em nós a importância de preservar a Mãe Terra, bem como despertar a consciência e a responsabilidade que temos sobre o que consumimos.

Para seguir com a proposta de oferecer gratuitamente uma alimentação vegana nos Festivais, contamos com a colaboração de voluntários, produtores, associações, supermercados e empresas para a arrecadação de recursos e alimentos para manifestar a Paz por meio da alimentação.

 

 “Através da alimentação o homem conhece um mundo infinito. Esse é um momento importante para a transformação. O crescimento individual, unido ao desenvolvimento da sociedade, representa a cura para o mundo, pois a natureza oferece amor e nós somos feitos de amor.”

Geraldo Oscar de Paula

 

As ações da Campanha da Juventude pela Paz se sustentam com base no trabalho voluntário e nas contribuições espontâneas.

Faça parte deste movimento!

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s